Posse de ferroviários no Comitê Ferroviário da Câmara de Com. Ind. Brasil-Chile.

RELATÓRIO DA REUNIÃO DA CÂMARA BRASIL-CHILE, REALIZADA EM 03 DE JULHO DE 2013 NA ACRJ

PARTICIPANTES:

Ruy Barreto Filho – Presidente do Conselho Empresarial de Câmaras Bilaterais
Licio Araujo – Presidente da Câmara
Ailton Dias de Gouveia – Diretor de Comunicação
Saskia Radino – Diretora de Eventos
Luis Guillermo Díez Atienza – Diretor de Logística
Alfredo Sebastião Seixas – Diretor de Cartografia
Antonio Mariano de Azevedo – Diretor Cultural Adjunto
Marcos André Gonçalves – Diretor Vogal
Roberto Burgos – Diretor Vogal
Claudio Ivanof Lucarevischi – Diretor de Transportes
Sr. Marco Aurélio de Andrade – Secretário Geral das Câmaras

ASSUNTOS TRATADOS:

1. O Presidente da Câmara, Sr. Licio Araujo, saudou os presentes e solicitou ao Sr. Ruy Barreto que presidisse a Reunião. Ele abriu os trabalhos fazendo referência ao novo Conselho criado pela ACRJ, que tem como objetivo elevar o conceito da atividade das Câmaras, tornando a ACRJ uma verdadeira protagonista nos inter-relacionamentos dos negócios com os países parceiros, representados pelas suas câmaras de comercio. Demonstrou sua satisfação por ver uma numerosa platéia constituída por associados titulares e convidados especiais. Em seguida pediu ao presidente da Câmara para conduzir os trabalhos.
2. Seguindo a pauta, o presidente solicitou à Diretora de Eventos e Turismo, Sra. Saskia Radino, que procedesse a leitura do resumo da reunião passada, dando mostra dos assuntos tratados e resolvidos com aprovação dos diretores. Em seguida, o Presidente da Câmara procedeu à entrega do certificado ao Sr. Antonio Mariano de Azevedo, nomeado Diretor Cultural Adjunto, decisão tomada em virtude do acúmulo de tarefas existentes na Câmara e ainda por estarmos próximo da chegada do Ministro de Comércio Exterior Chile para o evento recomendado pelo Presidente da ACRJ, Dr. Antenor Gomes de Barros Leal – Seminário Internacional de Negócios Brasil-Chile. Testemunhou a posse do novo diretor o Prof. Pedro Ernesto Mariano de Azevedo, pai do empossado, Benemérito e Vice-Presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro.
3. O presidente solicitou ao associado Vicente Luiz Barbosa Marotta que assumisse a tribuna para fazer uma apresentação do trabalho elaborado pelo Engenheiro Paulo Augusto Vivacqua, que não pôde comparecer por motivo de tratamento de saúde, versando sobre o Sistema Ferroviário do Cone Sul. Um estudo valioso que deixou o grupo componente do Comitê de olhos atentos para a atualidade, sendo aplaudido pelos presentes.

4. Ato continuou, o Sr. Licio Araujo submeteu a aprovação a proposta feita pelo membro titular o engenheiro Luiz Lourenço de Oliveira, para a criação do Comitê de Transporte Ferroviário, sendo aprovada por unanimidade e, em seguida, feita a leitura dos perfis dos empossados pelo diretor Administrativo – Financeiro e Logística, Guillermo Dièz Atienza. Empossados os membros componentes: engenheiro Almir Gaspar Ferreira, engenheiro Luiz Cesário Amaro da Silveira, engenheiro Luiz Lourenço de Oliveira, engenheiro Manoel Geraldo Costa, estatístico Nelson Fernandes Guimarães, engenheiro Paulo Augusto Vivacqua, sob a presidência do engenheiro Claudio Ivanof Lucarevischi, falou em nome deles o engenheiro Almir Gaspar Ferreira, atual presidente da Associação dos Engenheiros da Estrada de Ferro Leopoldina, abordando os aspectos do crônico descaso governamental relativo ao modal ferroviário e as intenções dos membros do Comitê em fomentar a revitalização do transporte, junto às indústrias e aos governos dos países do Cone Sul, que serão abrangidos pelos estudos da Câmara Brasil-Chile. Elogiou a excelente qualidade dos profissionais escolhidos para a nova instituição, destacando o seu presidente o engenheiro Claudio Ivanof, que atuou como Vice Ministro dos Transportes do Governo Brasileiro e agradeceu a presença do Prof. Jornalista Fernando João Abelha Salles, que representou no ato o presidente da REFER – Seguridade Social.

5. O presidente Licio Araujo informou que o Empresário Marcos André Gonçalves, diretor Vogal reeleito, somente agora pode marcar presença na Associação Comercial, em virtude suas múltiplas ocupações como presidente da CODELCO – Cia. Chilena de Prospecção do Cobre. O seu certificado de diretor foi entregue pelo Desembargador Paulo Freitas Barata, ex- presidente do Tribunal Federal de Justiça, Segunda Região, recém aposentado, atual presidente da ANE – Academia Nacional de Economia e membro titular da Câmara Brasil-Chile. Por ser um empresário muito estimado os diretores aplaudiram sua chegada ao convívio.
6. Após os atos do expediente o Sr. Licio Araujo passou a palavra ao Presidente Ruy Barreto Filho que fez a apresentação do conferencista, Prof. Ronald Paschoal, Coordenador Nacional de Comércio Exterior do Sistema Universidade Estácio de Sá, que abordou o tema As Relacões Comerciais entre o Brasil e o Chile, valiosa aula para os interessados, exportadores e importadores e ainda para os diretores da Câmara, como uma mostra para a eficácia na administração dos negócios. O professor Ronald Paschoal recebeu o titulo de Membro da Câmara que lhe foi entregue pelo Engenheiro Alfredo Seixas, Diretor de Cartografia, responsável pelo convite feito ao conferencista para o evento.
7. Os comentários e as considerações finais foram feitas pelo presidente Ruy Barreto Filho, que teceu elogios estimulantes aos abnegados componentes Câmara. Os trabalhos foram encerrados com os agradecimentos do Sr. Licio Araujo, destacando a presença dos Membros do Conselho Superior da Casa de Mauá, na pessoa do Benemérito Haroldo Bezerra da Cunha e passou ao Sr. Ruy Barreto a missão do encerramento da reunião.

8. A próxima reunião está agendada para o dia 31 de julho de 2013 na ACRJ.

Cordialmente
Marco Aurélio de Andrade
Secretário Geral das Câmaras de Comércio

[nggallery id=16]


Deputado Federal Paulo Feijó denúncia na Câmara o descaso com as ferrovias brasileiras.

dep_feijo Deputado Paulo Feijó desabafa: “Esse descaso com as ferrovias é o maior crime de lesa-pátria das últimas décadas”.

O deputado federal Paulo Feijó (PR-RJ) declarou seu descontentamento hoje (17/07), na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), quanto à resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que autorizou a concessionária Ferrovia Centro-Atlântica S.A. (FCA) a desativar e a devolver ao Poder Público trechos ferroviários que explorava nos Estados da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Sergipe. A resolução foi publicada no Diário Oficial, no último dia 5, e abrange tanto trechos considerados “antieconômicos” quanto trechos economicamente viáveis.

Em plenário, diante dezenas de parlamentares e o presidente da Casa, em sessão transmitida ao vivo pela TV Câmara, o deputado desabafou: “Eu considero essa decisão do Governo e esse descaso com as ferrovias o maior crime de lesa-pátria das últimas décadas, e o que mais me impressiona é que não li uma linha, não vi, por intermédio da mídia brasileira, uma frase sequer em relação a isso”, ressaltou.

PREJUÍZO TRILIONÁRIO PARA O GOVERNO – Para o deputado, o descaso com as ferrovias começou no Governo Fernando Henrique Cardoso, “quando foi adotado esse novo modelo de administração das ferrovias, de concessões”. E continuou: “O Governo do Presidente Lula fez vistas grossas, nada fez em relação às ferrovias brasileiras. E agora, a Presidenta Dilma, através dessa resolução, aceitando de volta os trechos ferroviários abandonados, dilapidados, sucateados, centenas de locomotivas abandonadas, milhares de vagões, milhares de quilômetros ferroviários. Isso é um prejuízo trilionário para o Brasil. O Governo Federal anuncia a construção de novas ferrovias. Cada quilômetro de nova ferrovia custa na faixa de R$ 6 milhões, e o Governo aceita esse crime de devolução de milhares de quilômetros de ferrovias abandonadas? Eu chamo a atenção da Procuradoria Geral da República. Cadê o Ministério Público Federal?”, destacou o deputado, que está em seu quarto mandato na Câmara e é um grande defensor da classe ferroviária em Brasília.

– Serei um crítico aqui na Câmara e estarei acompanhando no dia a dia as explicações devidas. Já aprovamos na Comissão de Fiscalização Financeira audiência pública com autoridades do Governo e representantes da Ferrovia, para que possamos esclarecer. É um absurdo o que o Governo Federal tem feito para as ferrovias do nosso Brasil – completou o deputado, ressaltando ainda, em seu pronunciamento, que os ferroviários estão completamente indignados. “Conseguiram extinguir a Rede Ferroviária Federal, que, na época, havia dezenas de milhares de ferroviários. Hoje todos vivem dificuldades salariais. É inaceitável que o Governo Federal trate a ferrovia como tem tratado, e as consequências estão aí, as rodovias congestionadas, os portos brasileiros congestionados, as rodovias matando, o Custo Brasil aumentando”.

A sessão, na ocasião, estava sendo presidida pelo deputado Mauro Benevides (PMDB-CE), que também se manifestou. “A Presidência acolhe a manifestação do nobre deputado Paulo Feijó nesse exame que faz, com a contundência de linguagem, em relação ao fato de o Governo ter subestimado o transporte ferroviário, com a preterição da colaboração inestimável daqueles que, ao longo do tempo, pertencendo a essas ferrovias, favoreceram um meio de transporte mais barato a todo o povo brasileiro. O atual Governo, corroborando as decisões de governos anteriores, mantém esse mesmo lapso da sistemática do transporte brasileiro. A Casa, portanto, fica ciente da manifestação do nobre representante do Rio de Janeiro”, encerrou.


Encontro com o Ministro dos Transportes Engº. César Augusto Rabello Borges, em Brasília, DF.

Caro associado

Na incessante busca de melhor qualidade de vida dos ferroviários e pensionistas, foi realizada em 25/06/2013, às 14:00h uma reunião com o Exm°. Sr. Ministro de Estado dos Transportes, engenheiro César Borges.

Estiveram presentes à reunião, o Diretor Geral do DNIT General Jorge Ernesto Pinto; o Deputado Anthony Garotinho, líder do PR na Câmara; Engenheiro Deputado Paulo Feijó – PR, o Presidente da AEEFL, Almir Ferreira Gaspar; Presidente da AENFER, Luiz Lourenço de Oliveira; Presidente da AELB, Clovis Luis Alves Soares; o Engenheiro Manoel Geraldo Costa, representando o Sr. Nelson Cruz, Presidente da Associação dos Aposentados da RFFS/A; Engenheiro Sérgio Messeder, representando a presidente da FAEF, Clarice Soraggi e Adaulto Alves, representando os Presidentes da Mútua, Raimundo Neves de Araújo e da FNTF, Sr. Hélio de Souza Regato.

Os trabalhos foram abertos pelo Deputado Paulo Feijó que após as apresentações, fez um breve relato sobre a situação da ferrovia no país e dos ferroviários, seguido pelo Deputado Anthony Garotinho, que, igualmente, manifestou apoio aos anseios dos ferroviários.

O Presidente Almir Gaspar, com a palavra, agradeceu ao Ministro pela calorosa e simpática acolhida e relatou das aflições quanto aos destinos da ferrovia e dos ferroviários do país. Informou da mão de obra ociosa dos ferroviários da ativa e aposentada que poderia ser utilizada na nova modelagem institucional na construção e operação ferroviárias. Informou também sobre a situação caótica das concessionárias dos serviços de transporte ferroviário de cargas e o respectivo abandono, dilapidação e invasão dos bens da extinta RFFS/A. Acrescentou, solicitando ao Ministro, uma atenção especial quanto ao salário dos ferroviários da extinta RFFS/A, que hoje é o pior de todo o sistema ferroviário e solicitou apoio para criação de uma Comissão Paritária, com representantes da União e da classe ferroviária, visando atualizar a tabela salarial dos ferroviários que acumula uma perda de aproximadamente 50%.

A criação dessa Comissão consta da pauta do Acordo Coletivo de Trabalho 2013/2014, ora em discussão.

O Ministro ficou sensível aos nossos anseios, mostrando-se, inclusive, perplexo com nossa situação salarial, prometendo empenho para corrigir esta absurda injustiça.

Devemos registrar que esse avanço se deveu ao apoio irrestrito dos Deputados Paulo Feijó e Anthony Garotinho, ambos do mesmo partido do Ministro, Partido da República – PR.

 

Fotos da Reunião com o Ministro dos Transportes, em Brasília, em 25.06.2013.

[nggallery id=15]


COMISSÃO DE FERROVIÁRIOS NO CONGRESSO NACIONAL – ACT 2013 / 2014

Deputados Federais Anthony Garotinho, Paulo Feijó e Arlindo Chinaglia.

O Presidente da AEEFL Almir Gaspar, acompanhado do Diretor Financeiro da AEEFL, Manoel Geraldo Costa e do Diretor Jurídico da AENFER, Celso Paulo, estiveram em Brasília nos dias 11 e 12/06, onde agendaram diversas reuniões, tratando dos assuntos pertinentes aos interesses da Classe Ferroviária.

Foram recebidos no dia 11/06 pelo Diretor de Planejamento da VALEC, Engº Jair Galvão, colega ferroviário da antiga SR-1, Recife. A reunião foi muito proveitosa e o Engº Jair ficou de conversar com os demais Diretores da VALEC no sentido de realmente examinarem nossa perda salarial, que já passa dos 50%, bem como a criação de uma Comissão para que fosse examinada a possibilidade de equiparação salarial com os empregados da própria VALEC. Essas duas reivindicações constam da Pauta do Acordo Coletivo de Trabalho 2013/2014.

Na Câmara dos Deputados, fomos recebidos pelo nosso amigo e Representante da AEEFL em Brasília, Deputado Paulo Feijó. Através de seu Gabinete, conseguimos resgatar os membros da Frente Parlamentar das FERROVIAS. Com tal documento conversamos com vários Deputados que aceitaram participar da referida Frente e todos se colocaram à nossa disposição, dentre eles o Deputado e ex-Governador Anthony Garotinho, que, sem sombra de dúvidas é, no momento, um dos parlamentares mais atuantes do Congresso Nacional. Nossa intenção é reformular o estatuto da Frente Parlamentar para que seu objetivo contemple não só a defesa das FERROVIAS, como também, a DEFESA DA CLASSE FERROVIÁRIA, inclusive, alterando seu nome para FRENTE PARLAMENTAR FERROVIÁRIA.

Deputado Federal Henrique Eduardo Alves, Presidente da Câmara, recebe representantes das ferrovias.

Juntamente com os Deputados Feijó e Garotinho conseguimos agendar uma Audiência com o Ministro dos Transportes, Engº Cesar Borges, para o dia 25/06, onde estarão presentes os Representantes das seguintes Entidades de Classe: FNTF, FAEF, AARFFSA, AENFER, SINDICATO DA LEOPOLDINA, MÚTUA DO RJ e AEEFL. Na Audiência serão tratados os assuntos pertinentes aos salários dos ferroviários da RFFSA e a situação da nossa Paridade, o que vem deixando a família ferroviária muito desprotegida pelas decisões que vem sendo adotadas pelo Ministério do Planejamento, frontalmente contra a lei.

O Deputado Garotinho levou-nos para uma reunião com o Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, que muito gentilmente nos atendeu e se colocou à nossa disposição para lutarmos em defesa da Ferrovia e da Classe Ferroviária.


Pronunciamentos no Congresso do Dep. Federal Paulo Feijó sobre ferroviários e ferrovias